Hoje eu estava relendo algumas coisas antigas que escrevi pela net e foi bem legal relembrar certos momentos que vivi. Esse momento em particular, quando eu também estava “revoltadinho” com igreja institucional me fez rir pra caramba. Por isso gosto de entrar em discussões sobre esse tema, pois eu também já generalizei de maneira bem burra sobre o problema que acontecem em alguns (ou muitos, vai saber) lugares. É legal ver o quanto erramos na vida e como podemos aprender com eles.

Esse meu post abaixo é mais um “flash back”. NÃO REFLETE MAIS O QUE PENSO HOJE!

Hoje estou numa boa Igreja, graças a Deus, vendo o Cristianismo e os cristãos (como eu) de maneira muito mais positiva e muita mais feliz pela oportunidade ímpar de ser um cristãos.

Deus abençoe a todos e fica a minha oração por aqueles que estão “revoltadinhos” com Instituições, generalizando equivocadamente e não olhando segundo nos ensina a Palavra de Deus.

Bom, não vou refutar o que eu escrevi abaixo. Um dia ainda posto alguma coisa sobre isso por aqui.. Só deixarei como memorial à minha “inteligência” limitada mesmo..

Deus abençoe.

Estava falando com a irmã de uma amiga minha que está passando a maior barra danada na Igreja dela.

Eu fui pentecostal, vocês sabem, mas hoje estou indo em Igreja tradicional (quer dizer, faz tempo que não vou de tão chateado que estou com algumas coisas). Poxa, por que os tradicionais têm que se achar a elite do cristianismo? Isso dá uma raiva danada. Confesso que fui enganado.. Hehehe..

As doutrinas da Igreja Protestante tradicional são perfeitas, mas os membros são hipócritas, pois não seguem. A maior discussão ultimamente está em se ouvir música secular e ir a lugares e baladas seculares. O pessoal fala que é pecado, mas sepre vejo fotos nos orkuts dos tradicionais cheios de festas, baladas, e “alegria secular”.. Se vão nesses lugares, por que condenam ainda? Que saco! Bando de hipócritas. Como dizia Max Werber, o importante não é mais ser, mas parecer ser alguma coisa; no caso em questão, é mais importante vestir o “uniforme de crente” e ficar se achando o máximo diante dos outros irmãos, mas durante a semana continuar vivendo a mesma vidinha hipócrita e medíocre de sempre.

Somos embaixadores de Cristo em toda e qualquer situação. E ir em um ambiente secular não nos torna menos cristãos.

Eu postei uma reflexão sobre esse assunto aqui mesmo no meu blog há algum tempo atrás. Para quem quiser ler, está aqui:
O Cristão e a Balada.

Confesso de deias para cá estou de saco cheio disso. Estou querendo voltar a ir na minha church, mas estou tão ferido com tantos comentários, preconceitos e pré-julgamentos que já sofri na vida que estou desanimado de ir e ter que ouvir essas baboseiras cheias de “santarronice” de novo..

Poxa, quando será que os cristão vão entender que o cerne do cristianismo é amor, que só é puro quem ama, e não quem sabe fazer mais pose?

O pior é que os que fazem pose são mais podres que os que eles chamam de “ímpios”, “mundanos”, etc.. São os mornos que Jesus falou. Seguem um cristianismo individualista, seletista, elitista, mas têm o coração longe do Reino de Deus e da justiça dEle que é baseada na misricórdia (amor para os que não merecem)..

Cara, pregar para seculares é difícil, mas tentar colocar a mensagem de cristo na cabeça de um cristão é muito pior. Eita gente cabeça dura (falo por mim também, hehe.. Também me acho demais às vezes, confesso)!!!

Bom, vou ficando por aqui.

Deus abençoe quem ainda insiste em ler aqui..

*Caraca.. Eeeeita depressão nessa época. Hehehe..

Anúncios