Existia um vendedor de sucos, refrigerantes e cervejas que era um homem piedoso, um cristão irrepreensível, crente em Deus, que se relacionava com Ele intensamente.

Um dia esse homem faleceu e foi parar no Céu.

Passado algum tempo, ele foi até o arcanjo Miguel e disse:
– Miguel, o Céu é maravilhoso. Muito bom rever meus parentes e conhecer meus antepassados. Só que estranhei uma coisinha: Como é que num paraíso desse, com esse calor maravilhoso, não tem uma cervejinha para nós tomarmos? Eu era vendedor de cerveja e, se você me permitir, posso tentar vender algumas por aqui. Tenho certeza que o pessoal vai gostar.

Miguel respondeu:
– Gostei da idéia! Tente, então, fazer suas vendas por aqui e amanhã me diga como foi.

No outro dia, o vendedor voltou para falar com Miguel:
– Oi Miguel. O pessoal aqui adorou a idéia. Vendi todas! Acho que essa idéia vai vingar legal por aqui..

Miguel disse:
– Excelente! Acho que posso te indicar, então, um lugar que é bem mais quente que aqui e que tenho certeza que a sua idéia vai funcionar. Tente vender suas cervejas no inferno.

O vendedor amou a idéia e lá foi ele com seu carregamento de cervejas para o Inferno tentar vender alguma coisa por lá.

No outro dia o vendendor volta:
– Miguel, posso vender as cervejas por aqui pelo Céu hoje?

Miguel, surpreso, respondeu:
– Pode sim. Ué? Não vendeu bem lá no Inferno não?
O vendedor exclama:
Vendi nada. Nenhuma latinha!

Miguel, mais surpreso ainda, pergunta:
– Por que não?

O vendedor esbraveja:
SÓ TEM CRENTE LÁ!!

Anúncios