Felicidade Médica no Brasil

Descobri na internet a Cartilha Brasileira de Atendimento Médico. Esses são os “excelentes” padrões de atendimento utilizado pela maioria dos médicos brasileiro em nosso Sistema de Saúde, seja público, seja particular. Se você é portador de alguma doença crônica que te obriga procurar socorro médico de tempos em tempos, com certeza vai se identificar com isso:

..

Médico do Brasil, eis as regras para atendimento de pacientes pobres, ou pacientes de classe média com problemas crônicos de saúde, reincidentes em busca de atendimento em pronto socorro (esses burros que deveriam sofrer em casa, ou esperar pela morte por lá, ao invés de nos obrigar a nós, médicos bem pagos por laboratórios farmacêuticos, a trabalhar). Se algum desses tipos de contribuintes, que se acham pacientes, que usam muito pelo que pagam, ou pelo que a suas empresas ou a sociedade paga para usar, aparecer no seu pronto-socorro, siga as seguintes instruções:

*1 – Se você não sabe o que tem, dá VOLTAREN;
2 – Se você não entende o que viu, dá BENZETACIL;
3 – Apertou a barriga e fez ‘ahhnnn’, dá BUSCOPAN;
4 – Caiu e passou mal, dá GARDENAL;
5 – Tá com uma dor bem grandona? Dá DIPIRONA;
6 – Se você não sabe o que é bom, dá DECADRON;
7 – Vomitou tudo o que ingeriu, dá PLASIL;
8 – Se a pressão subiu, dá CAPTOPRIL;
9 – Se a pressão deu mais uma grande subida, dá FUROSEMIDA!
10 – Chegou morrendo de choro, ponha no SORO.
…e mais…
Arritmia doidona, dá AMIODARONA…
Pelo não, pelo sim, dá ROCEFIN.
…e SE NADA DER CERTO, NÃO TEM NEUROSE…
…DIGA QUE:
É SÓ ESSA NOVA VIROSE!!!

É claro que existem muitos médicos bons. Eu mesmo tenho amizade com alguns médicos maravilhosos como profissionais e como pessoas e que talvez leiam esse texto e quero que saibam que tenho toda a minha admiração por fazerem a diferença nesses sistema decaído e cruel que existe nesse país. Não posso dizer que os maus profissionais médicos são maioria ou minoria, isso seria baseado apenas em minha percepção, não em números reais, então quero evitar ser injusto, mas que esses maus médicos têm que tomar consciência da responsabilidade e vocação (eu acredito que medicina é antes uma vocação do que uma profissão) deles e pararem com essa crueldade que mutila e mata os mais indefesos desse país, que eles juraram ajudar. Que Deus nos ajude. Amém.

*texto extraído de uma postagem no Facebook.

Anúncios