20110729-155924.jpg

*Atualmente sou luterano

As vezes sou chamado de arrogante por ser *calvinista (prefiro o termo reformado. Me identifico mais com a teologia de Lutero que de Calvino, mas dou mão a ambos em nossa intenção de dar glória ao Senhor). Eu não entendia o porque, afinal, porque todos os evangélicos podem expressar suas opiniões sem serem hostilizados, inclusive suas heresias, como os neo-pentecostais e os Neo-liberais que falam de heresias inaceitáveis como Teologia da Prosperidade, ou dizem que a Bíblia não é a Palavra de Deus e são aplaudidos por todos..

Eu não entendia até participar de foruns calvinistas dominados pelos chamados “neo-puritanos” e pelos “teonomistas”, que são adeptos de doutrinas extra-bíblicas, como “Princípio Regulador de Culto”, “Teocracia política” e outras coisas de hermenêutica bíblica duvidosa que eles acreditam que os calvinistas pela história concordavam unânimes entre eles (o que não é verdade) e usam como auto-afirmação pessoal, para se demonstrarem “superiores” aos demais, mesmo que sejam do mesmo “time” teológico.

Isso reflete um ideal de supremacia (afinal, se consideram a supremacia teológica, e os únicos a seguirem plenamente o cristianismo, mesmo nunca havendo consenso entre eles em todos os pontos) e eu confesso que não só abomino, mas tenho medo de qualquer pessoa que advogue qualquer ideal de “supremacia”. Só de lembrar as antigas tretas com os “carecas” neonazistas que também acreditam em “supremacia” (mas a racial) já me arrepio; e esses “carecas” têm muitos protestantes entre eles cheios de versículos bíblicos advogando a “supremacia branca” também. Por isso, qualquer coisa que remeta a qualquer espécie de “supremacia” já me deixa com as duas antenas ligadas.

Uma amiga minha brincou que “calvinista” é um termo para “Skin Head”. Deixando de lado o debate sobre os Skin Heads, vejo que com algumas pessoas ela tem razão, infelizmente.

Infelizmente existe um número importante de calvinistas arrogantes e soberbos, desprezando pessoas que pensam diferente e nada gentis com os que discordam deles, usando xingamentos com termos bíblicos (o que é pior do que xingar usando palavrões, pois dá raiva ver a Palavra de Deus ser deturpada e rebaixada para agredir sem um julgamento justo, apenas por argumentos de internet, com desprezo total pela história de vida e dignidade da pessoa que está lendo do outro lado).

Sobre isso, eu quero dizer que Calvinismo não ensina isso.

Calvino, em suas Institutas, tratou sobre os arrogantes que crêem ser superiores aos demais, então podemos incluir os “calvinistas arrogantes” de hoje nesse barco. Ele disse assim bem acertadamente:

“com tão grande arrogância se inflaram, que seja patente que buscaram a virtude não por outro motivo, senão para que pudessem ensoberbecer-se.
Contudo, visto que Deus não se apraz com esses amantes da aura popular, nem com esses peitos enfunados, que sentencia que tais receberam sua recompensa do mundo [Mt 8.2, 5, 16], sendo que meretrizes e publicanos se acham mais próximos do reino dos céus que eles [Mt 21.31].” (Institutas Livro 3)

Sendo assim, quem não é calvinista e tem sido hostilizado por auto-denominados “calvinistas”, por favor, não pense que calvinismo é isso. Quem é calvinista e também crê que arrogância é pecado, fica aí o alerta para sermos mais humildes. Quem é calvinista e concorda com essa arrogância toda que envergonha os cristãos adeptos do Sola Scriptura, então fique à vontade para me xingar abaixo e deixar sua máscara cair por terra..

Sola Gratia. Solia Fide. Sola Scriptura. Solus Christos. Soli Deo Gloria

Anúncios