Morte a Satan!?!

Apesar da tosqueira, eu acho da hora essas artes “white metal”, o pessoal é muito criativo e acho legal essas “épicas batalhas” que as letras de boa parte das bandas de white metal tratam, falando da teologia da “batalha espiritual”, em moda por aqui entre o final dos anos 80 e comecinho dos anos 2000, mas, se formos ler a Bíblia, vemos que muita coisa é arte e ficção mesmo, e não verdades para levarmos como padrão de vida, pois, biblicamente falando, não existe guerra entre Satanás e Deus.

Isso é algo do zoroatrismo, não do cristianismo. No cristianismo, acreditamos que Deus domina sobre todas as coisas e ninguém pode resistir à Sua soberana vontade, nem mesmo satanás. (2 Crônicas 20:6)

Satanás odeia a Deus, anda contra a Lei dEle e nos quer influenciar a agir contra a vontade de Deus, Lei e Evangelho, mas é nosso adversário, não é a “contraposição” ou o antônima de Deus; ainda que ele desafie a Deus com seus pecados (como também fazemos todos os dias) e caiu da presença dEle, ele não é e nem nunca foi inimigo a altura de Deus. Não é oposto de Deus.

Deus não tem algo que se assemelhe a Ele, muito menos que Lhe faça oposição, ou seja, satanás não é o oposto de Deus, não é, muito menos, o “deus” da maldade e Jeová o Deus da bondade. Segundo a Bíblia, o próprio Jeová afirma:
Eu formo a luz, e crio as trevas; eu faço a paz, e crio o mal; eu, o SENHOR, faço todas estas coisas. Isaías 45:7

Os conceitos de “bem” ou “mal” são variados. Deus dá conceitos absolutos sobre o que é bom e o que mal, por Ele sabemos que assassinar é mal, assim como odiar o próximo, que roubar é mal, que adulterar é mal e outros valores do que é ruim e errado; assim como por Ele sabemos que orar, cultuar a Deus, cultuar a Trindade congregado com outras pessoas,  amar o próximo, prestar serviço gratuito e voluntário segundo a necessidade deste próximo, edificá-lo em Jesus compartilhando o que a Biblia diz, ajudar o próximo em seus problemas urgentes como os de saúde, alimentação e até mesmo financeiros (que tal matar seu egoísmo e ganância, cara pálida?) e outros valores são bons corretos.

Mas sabemos pela bíblia que as sociedades da Terra, assim como nós, são rebeldes a Deus (Salmo 14:3, Salmo 53:3, Romanos 3:12, Tiago 4:17, Ecl 7:20) e preferem fazer o que é ruim e não é bom, daí vemos tanta maldade neste mundo e uma dessas maldades é o egoísmo, a avareza, que culpa a Deus pelas tragédias naturais, mas aí é outro assunto, sobre o Problema do Mal, que não posso me alongar, ou o post vai ficar enorme demais..

Enfim, Satanás não é “senhor” do Mal. Satanás é uma criatura de Deus, criado para um devido fim, que também se desviou deste fim e já foi aniquilado em sua liberdade de ação, podendo agir somente dentro da permissão do Senhor, como nos mostra a história de Jó.

Calvino, sobre isso, disse:
Presumem o diabo como sendo uma deidade antagônica, a quem o Deus justo não derrotaria sem um imenso esforço. Porquanto Paulo nao atribui aos demônios um principado do qual se apoderaram sem o devido consentimento e o qual mantêm a despeito da oposição do Ser Divino; mas um principado que, como a Escritura ensina em outro lugar, Deus, em seu justo juízo, lhes cede contra os perversos. A indagação aqui não é que poder eles têm em oposição a Deus, e sim até que ponto eles nos assustam e nos mantêm em guarda. Tampouco se aprova aqui a crença de que o diabo formou, e mantém para si, a região média da atmosfera. Paulo não lhes designa um território fixo, o qual possa chamar propriamente seu, mas mas simplesmente notifica que se acham envolvidos em hostilidade e ocupam posição mui elevada.
– João Calvino, em seu comentário sobre Efésios 6:12

Enfim, ele é nosso inimigo, sujo, sem regras, sem moral, perdido e desesperado por nos roubar, matar e destruir, mas não tem nenhum poder livre, não é autônomo, pois Deus é Senhor até de satanás e dos demônios (Tiago 2:9), por isso não devemos elevá-lo ao posto de “senhor das trevas” ou concorrente de Deus. A única coisa que concorre com Deus é o pecado, pois uma ofensa sim pode ser avaliada conforme o ofendido, e podemos dizer que o pecado é o oposto de Deus e não o diabo. O diabo é pecador, como nós, mas não tem chance nenhuma de salvação, a nós foi dado o Salvador, para que todo aquele que nEle crê seja salvo. Talvez seja por isso que mesmo após milênios, satanás não desiste, e a bíblia mostra que ele não vai desistir nunca, de nos atacar e aproveitar nosso pecado contra nós e através do nosso pecado nos roubar, destruir e matar, mas Jesus, o Autor da vida e da nossa fé, é Senhor de tudo e todos e nEle podemos encontrar paz e segurança, seja contra anjos caídos, principados, potestades, alturas, profundidades, ou qualquer outra criatura..

Então vamos parar de dar tanto valor assim a quem já perdeu e tomar cuidado com nosso pecado e honrar ao único digno de ser tido como Deus e Senhor de alguma coisa..

Anúncios