Deus não é um cara mau doidinho para te condenar. Fique tranquilo.
Deus não é um cara mau, doidinho para te condenar, tipo na foto acima e no imaginário de muitos. Fique tranquilo. Ele é bom e quer salvar.

Rm 7:5 Pois quando éramos controlados pela carne, as paixões pecaminosas despertadas pela lei atuavam em nossos corpos, de forma que dávamos fruto para a morte.

1Co 15:56 O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei.

Rm 8:2 porque por meio de Cristo Jesus a lei do Espírito de vida me libertou da lei do pecado e da morte.

Deus tem uma Lei santa, que são as exigências que todos os homens devem cumprir na terra para que nossa vida aqui seja tranquila e o nome dele seja devidamente glorificado.

Deus gravou essa lei em nossos corações, mas desde Adão sempre vivemos de maneira egoísta, desprezando a Deus e nosso próximo. Então Deus escolheu um povo, Israel, para nesse povo a terra soubesse dEle e Ele se aproximar, assim, de suas criaturas rebeldes.

Deus deu a esse povo sua Lei santa e também leis que regiam a higiene geral, protocolos sociais, as questões civis e as cerimônias de culto a Deus, cuidando deles de maneira especial. Em Jesus caem essas particularidades civis, cerimoniais e de hábitos de saúde que serviram a um período específico.
Mas sua lei que rege a moralidade do homem sempre está presente em nossos corações, nos freiando impulsos malignos extremos, nos mostrando que somos pecadores e orientando nossa vida na Terra para o bem e para fugir do mal.

Hoje temos também o Evangelho, e é através da nossa boa notícia que ele traz que somos salvos, por meio da fé somente, já que não conseguimos cumprir a Lei e fazer o bem, mas pela fé em Jesus somos beneficiados pelo cumprimento perfeito dEle da Lei. Em Jesus temos vida. Antigamente, num modelo teocrático que homens corromperam, como corromperam de novo séculos mais tarde, na igreja, e corromperiam sempre qualquer modelo teocrático na Terra de homens pecadores. neste modelo teocrático de Israel, pecar poderia significar a morte, havia penas de morte para certos pecados, e muitos eram os que sucumbiam por isso, ou mesmo morriam incoentes, ou escapavam mediante suborno, devido à corrupção geral dos homens. Em Jesus essa pena de morte espiritual é revogada e Ele tem sido gracioso em orientar os Estados a revogarem a punição por morte e trabalharem na recuperação dos que extremizam seus pecados e se perdem socialmente. Hoje somos mais livres, tanto espiritualmente como socialmente, pela graça comum e pela graça salvadaora de Jesus.

A maioria das pessoas que me perguntam coisas de teologia geralmente estão cheias de dúvidas sobre como devem agir como cristãs, o que podem e o que não podem fazer. É realmente triste que vejam a Deus assim, como um juiz rigoroso e implacável, que quer condenar na primeira falha que cometem.

Não é este o Pai que Jesus veio nos apresentar. Deus quer sim que você tenha uma vida correta, siga as leis dEle que te dão orientação moral na Terra, mas ele não te elegeu, regenerou, te deu a fé e te salvou para te condenar nos seus vacilos, não foi para isso que Ele te escolheu, mas para te ajudar e te santificar, num processo totalmente dEle que vai durar sua vida inteira e só vai ser completado no céu, aqui você vai falhar, mas Ele quer te salvar e te ajudar, não te condenar no primeiro vacilo.

Então aproveite os benefícios desse Evangelho e encontre o perdão das suas falhas em Jesus Cristo e no amor de Deus.

Anúncios