coexist

Algumas seitas neopentecostais, como a Universal e s Renascer em Cristo, ou movimentos católicos sincretistas ou totalmente idólatras, como círio de Nazaré, procissões a santos, romarias em nome de santos já mortos, etc, se descaracterizam totalmente do cristianismo, não estão mais próximas do cristianismo bíblico, mas são um movimento religioso à parte, já não é esse o caso de outros grupos controvertidos, que aparecem principalmente nos meios católicos e evangélicos carismático, pentecostal e neopentecostal, movimentos como os carismáticos que incentivam a veneração à Maria, como os católicos carismáticos, ou movimento com a teologia da prosperidade, como o Bola de Neve, etc.

Algumas pessoas desses movimentos se mostram cristãs normais, que crêem nas verdades fundamentais da Bíblia, porém com misticismo e obediência acima do normal a homens, como é comum no neopentecostalismo, ou crença inútil na intercessão de uma pessoa que já está morta. Outras, dentro desses movimentos, pareceram estar perdidas, como no caso onde um grupo de uma denominação neopentecostal que fazia capelania conosco obedeceu sem questionar o “líder” que disse que Deus não queria que eles fizessem capelania (indo contra a Bíblia)..

A torcida deve ser que esses movimentos controvertidos não fiquem muito distante da verdade, claro, mas a experiência me mostra também a não esperar muito desses movimentos “cristãos” que aparecem por aí, principalmente advindos de igrejas neopentecostais.. Então fico sempre com o sinal amarelo para qualquer novidade que o vento traz.

Uma coisa que já tira qualquer ponto é o lance de ter “apóstolo”. Apóstolos foram só os que Jesus chamou. Na Igreja Católica o Papa é colocado como “apóstolo” e até chamado de “sumo pontífice”, glória essa que deveria pertencer somente a Cristo. Esse foi um dos pontos trabalhados na Reforma Protestante e que culminou na divisão da cristandade ocidental. Se eles tivessem refletido sobre o papel da liderança deles, talvez o Ocidente ainda hoje estaria debaixo de uma só Igreja, sem essa bagunça que existe hoje. NENHUM apóstolo de hoje é apóstolo de verdade. São todos mentirosos. Uma igreja que tem uma mentira como líder supremo (o fato tb de ter um líder supremo acima de Jesus tb) já deixa qualquer cristão que leve a sério sua bíblia de cabelos em pé.

Mas daí eu não posso querer ser mais justo que Deus. Deus é tolerante com os erros de Sua Igreja invisível, espalhadas nas inúmeras igrejas visíveis pelo mundo e derrama sua graça salvadora e edificante a quem está também em igrejas com erros teológicos que Ele tolera, mas por outro lado nos ensina a combater tais heresias, então também não posso ser brutal por problemas teológicos graves, mas que não descaracterizam totalmente o cristianismo dessa organização.

Já algumas seitas pseudo-cristãs e grupos radicais dentro de igrejas e movimentos genuinamente cristãos têm desvios que os descaracterizam totalmente como cristãos, os tirando do rebanho de Cristo, seitas e grupos como Testemunhas de Jeová, Mórmons, esse grupinho teonomista mais radical da internet que segue as idéias do “Resistir e Reconstruir”, “Reforma que Passa” e afins (diferente de teonomistas cristãos, como os do site Monergismo, mais moderados e dentro de uma ortodoxia e ortopraxia cristã saudável dentro da linha reformada pós-milenista que eles defendem), neoliberais que seguem Caio Fabio como representante legítimo da verdade acima da bíblia, etc..

A Bíblia ensina que quando essas pessoas fizerem um proselitismo agressivo contra a doutrina cristã bíblica, devemos evitar até um relacionamento com elas, se for o caso.

De fato, muitos enganadores têm saído pelo mundo… Tal é o enganador e o anticristo.
Tenham cuidado, para que vocês não destruam o fruto do nosso trabalho, antes sejam recompensados plenamente.
Todo aquele que não permanece no ensino de Cristo, mas vai além dele, não tem Deus; quem permanece no ensino tem o Pai e também o Filho.
Se alguém chega a vocês e não trouxer esse ensino, não o recebam em casa nem o saúdem.

2 João 1:7-10

Mas no geral nossa atitude deve ser de respeito e tolerância, somente devemos tomar uma atitude radical de nos distanciar de pessoas com problemas ou desvios teológicos se elas fizerem um proselitismo agressivo conosco (insistirem muito para nos convertermos ao que eles acreditam). Mesmo com esses grupos ou pessoas dentro de grupos controvertidos, ou mesmo dentro de grupos legítimos que elevam suas crenças a um radicalismo descaracterizador, que abandonam totalmente o cristianismo e vivem uma nova religião, também devemos exercer a tolerância e o respeito, porém ter a certeza que a comunhão cristã com eles é impossível, infelizmente, por mais que torçamos que sejamos um só rebanho e um só pastor, ainda devemos ter em mente que a fraternidade humana que Jesus ordenou e exemplificou deve ser uma constante, mesmo com esses totalmente desviados. Devemos orar para que esses totalmente desviados possam voltar ao pastor, como ovelhas desgarradas que são e que nos disponhamos a ajudar os que ainda estão no rebanho, mas brincando à beira do precipício, a um passo de caírem para longe do rebanho e adentrarem nos domínios de seitas, ateísmo, liberalismo, radicalismo, etc.. Com os que têm erros teológicos, porém que não descaracterizam essas pessoas como cristãs, devemos ter acolhimento, fraternidade cristã e buscar tratar as heresias da melhor forma que conseguirmos..

não falem mal dos outros, sejam pacíficos, afáveis e saibam dar provas de toda mansidão para com todos os homens.
Porque também nós outrora éramos insensatos, rebeldes, transviados, escravos de paixões de toda espécie, vivendo na malícia e na inveja, detestáveis, odiando-nos uns aos outros.
Mas um dia apareceu a bondade de Deus, nosso Salvador, e o seu amor para com os homens.
E, não por causa de obras de justiça que tivéssemos praticado, mas unicamente em virtude de sua misericórdia, ele nos salvou mediante o batismo da regeneração e renovação, pelo Espírito Santo,

Tito 3:2-5

Anúncios